Aeronaves

Histórico

​O Ministério da Aeronáutica queria substituir os jatos T-33A e buscava opções de aeronaves para treinamento de militares, que pudessem ser montadas no Brasil para posterior nacionalização. Depois da avaliação de várias alternativas, a escolha recaiu sobre o jato Aermacchi MB-326G, produzido pela empresa italiana Aeronáutica Macchi. A aeronave havia sido projetada ainda na década de 1950, e estava em operação desde 1962. 

O contrato de licença para fabricação pela Embraer foi efetivado em 1970 e a aeronave recebeu o nome de EMB 326GB Xavante. O nome brasileiro foi dado em homenagem às tribos indígenas guerreiras do Brasil pré-descobrimento. Seria o terceiro modelo entrar em produção na Embraer, e o primeiro jato a ser fabricado no Brasil.

Em 29 de maio daquele ano, o Ministério da Aeronáutica fechou o contrato de encomenda de 112 exemplares da aeronave. A Embraer enviou engenheiros para fazer cursos na cidade de Varese, onde ficava a Macchi, e outros técnicos italianos vieram para o Brasil. Para atender às necessidades da FAB, algumas alterações foram feitas no modelo original. Além das funções de treinamento, deveria servir às demandas de apoio técnico e militar.

Em 03 de setembro de 1971 o Xavante fez seu primeiro voo de teste, comandado pelo Major Aviador Carlos Rubens Resende e pelo piloto de provas Brasílico Freire Neto. O voo ocorreu sem problemas, e a aeronave foi testada por 90 minutos, sobrevoando a região de São José dos Campos e cidades do sul de Minas, com grande entusiasmo da mídia brasileira, pelo “primeiro jato totalmente fabricado no país”.

No dia 07 daquele mês, fez seu primeiro voo oficial, durante as comemorações do Dia da Pátria. No dia seguinte, foram entregues à FAB os três primeiros aviões Xavante, com a designação militar de AT-26. Até dezembro de 1976, a FAB já havia adquirido 119 Xavantes.

A Embraer produziu 182 unidades do EMB 326 Xavante, dos quais 167 para FAB, nove para o Paraguai e seis para o Togo.

​​​​

Ficha Técnica

  • Nome do Produto:EMB 326 Xavante
  • Código da Embraer:EMB 326
  • Nicho de Mercado:Mercado de Defesa
  • Início de Projeto:1970
  • Lançamento: 
  • Primeira Venda: 
  • 1º Voo:03/09/1971
  • Certificações: 
  • Rollout:07/09/1971
  • 1ª Entrega:08/09/1971 – FAB (Força Aérea Brasileira)
  • 1º Cliente: 
  • Outros clientes:Paraguai, Togo
  • Outras referências:
  • Evolução: 
  • Final de Produção: 

Três Vistas

emb_326_xavante.gif

Especificações

DIMENSÕES
Comprimento 10.65 m 41.92 pés
Altura 3.72 m 14.64 pés
Envergadura 10.84 m 42.7 pés
PERFORMANCE
Velocidade Max. de Cruzeiro 870 km/h 470 kt
Alcance    
Distância de Decolagem ( peso max., mível do mar, ISA ) 560 m 1.900 pés
Distancia de Pouso ( nível do mar, ISA ) 715 m 2.350 pés
Grupo Motopropulsor Rolls Royce Bristol VIPER 20F20, MK 540 Rolls Royce Bristol VIPER 20F20, MK 540
Capacidade de tanque de produtos (hooper)